Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

22 usuario(s) en línea (16 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 22

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Crónicas : 

A INTERNET E OS AMIGOS

 
A internet não é humana. E se não é humana, ela não tem sentimentos para saber o verdadeiro significado da palavra amigo. Se bem que tem muitos “humanos” que também não sabem. Mas a internet não tem culpa se os humanos que a utiliza, seguem sua “filosofia” do que é amizade. Muito já se falou sobre o amigo. Já gastaram muita metáfora tentando explicar o que significa um verdadeiro amigo. É igual a tentar explicar o que é uma mãe. O que é ser mãe? Cada um terá a sua versão. O que é ser amigo? Cada um terá a sua versão. Quem só pensa em dinheiro, dirá que amigo é aquele que sempre lhe tira do “sufoco”, sem cobrar juros. Quem só pensa em farra, dirá que amigo é aquele que está com você em todas as “paradas”. Quem só pensa em beber, dirá que amigo é aquele que não lhe nega um copo de bebida... E por aí vai.

Mas falando da internet, as pessoas se deixam levar pelas redes sociais e perdem a noção do verdadeiro significado da palavra amigo. Já disse Milton Nascimento: “Amigo é coisa pra se guardar, do esquerdo do peito”. Será que a internet “pensa” nisso quando procura “aproximar” as pessoas? Talvez até a intenção dela seja boa. Eu é que não estou acompanhando o “raciocínio moderno”, com minha mente atrasada. A juventude já não namora: fica. Hoje tudo é descartável. Ninguém tem apego a nada... Então fico eu, com minha mente atrasada, querendo interferir no “progresso”.

Teve uma pessoa que criou uma comunidade, dizendo que queria fazer um milhão de amigos. Essa, com certeza, é uma fã do rei Roberto Carlos, morou?
Eu sei que não é impossível algum sentimento “invadir” a internet, e “atingir” um coração lá no norte ou no sul... Isso já aconteceu, e muito. Na verdade eu queria falar de uma coisa, mas entrei por outra e fiquei perdido. Como eu não consegui encontrar o caminho de volta, vou ficando por aqui mesmo. FIM.

A. J. Cardiais


Um poeta, um sonhador, um buscador, um hippie... Sei lá! Um vagabundo, tentando melhorar o mundo.Open in new window

Poeta
AJCardiais
Poeta AJCardiais
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 20/6/2012 19:05:39
Lecturas 575
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Saudade
Circunstâncias
Equação do Suicídio
Ilhado Sentimentalmente
À Minha Maneira
Al azar
Sozinho
Por Seu Amor
Meu Universo De Amor
Calmaria Das Horas
O RELOGIO E O CORAÇÃO
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07
Tus lindos ojos
juank0905041
20/9/2013 17:14:33
MI PUEBLO
necoperata
3/11/2012 3:34:26
TU MIRADA...
RAMSHADY
19/7/2012 3:27:29
MI HOGAR
Starlight
26/9/2011 20:51:59
DESCANSA EN PAZ...
Claudia
1/8/2012 23:59:35
Epitafio II
gus_de_las_pampas
17/2/2018 4:26:52
Me alegra haberte conocido
CaelumDraconis
24/7/2013 3:30:19
PROVERBIOS SUMERIOS
JoelFortunato
5/12/2012 3:35:09
A MI ESPOSA Y MADRE
joseferchozamper
13/5/2012 1:40:09