Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

37 usuario(s) en línea (26 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 37

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Crónicas : 

A Internet e os Amigos

 
A internet não é humana. E se não é humana, ela não tem sentimentos para saber o verdadeiro significado da palavra amigo. Se bem que tem muitos “humanos” que também não sabem. Mas a internet não tem culpa se os humanos que a utiliza, seguem sua “filosofia” do que é amizade. Muito já se falou sobre o amigo. Já gastaram muita metáfora tentando explicar o que significa um verdadeiro amigo. É igual a tentar explicar o que é uma mãe. O que é ser mãe? Cada um terá a sua versão. O que é ser amigo? Cada um terá a sua versão. Quem só pensa em dinheiro, dirá que amigo é aquele que sempre lhe tira do “sufoco”, sem cobrar juros. Quem só pensa em farra, dirá que amigo é aquele que está com você em todas as “paradas”. Quem só pensa em beber, dirá que amigo é aquele que não lhe nega um copo de bebida... E por aí vai.

Mas falando da internet, as pessoas se deixam levar pelas redes sociais e perdem a noção do verdadeiro significado da palavra amigo. Já disse Milton Nascimento: “Amigo é coisa pra se guardar, do esquerdo do peito”. Será que a internet “pensa” nisso quando procura “aproximar” as pessoas? Talvez até a intenção dela seja boa. Eu é que não estou acompanhando o “raciocínio moderno”, com minha mente atrasada. A juventude já não namora: fica. Hoje tudo é descartável. Ninguém tem apego a nada... Então fico eu, com minha mente atrasada, querendo interferir no “progresso”.

Teve uma pessoa que criou uma comunidade, dizendo que queria fazer um milhão de amigos. Essa, com certeza, é uma fã do rei Roberto Carlos, morou?
Eu sei que não é impossível algum sentimento “invadir” a internet, e “atingir” um coração lá no norte ou no sul... Isso já aconteceu, e muito. Na verdade eu queria falar de uma coisa, mas entrei por outra e fiquei perdido. Como eu não consegui encontrar o caminho de volta, vou ficando por aqui mesmo. FIM.

A.J. Cardiais


Um poeta, um sonhador, um buscador, um hippie... Sei lá! Um vagabundo, tentando melhorar o mundo.Open in new window

Poeta
AJCardiais
Poeta AJCardiais
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 20/6/2012 19:05:39
Lecturas 594
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Ato Contínuo
Em Estado de Poesia
Quando a Morte Vier
Ritual da Inspiração
Poetas Pra Quê?
Al azar
Conquistas
Suposição Para Alma Gêmea
Sempre de Partida
Em Algum Lugar Do Mundo
Diálogos
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07
MI PUEBLO
necoperata
3/11/2012 3:34:26
Tus lindos ojos
juank0905041
20/9/2013 17:14:33
MI HOGAR
Starlight
26/9/2011 20:51:59
Em Estado de Poesia
AJCardiais
12/8/2018 11:06:21
DESCANSA EN PAZ...
Claudia
1/8/2012 23:59:35
A MI ESPOSA Y MADRE
joseferchozamper
13/5/2012 1:40:09
Quando a Morte Vier
AJCardiais
29/7/2018 23:13:55
TU MIRADA...
RAMSHADY
19/7/2012 3:27:29
Me alegra haberte conocido
CaelumDraconis
24/7/2013 3:30:19