Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

20 usuario(s) en línea (13 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 20

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Duetos : 

A LUA VEIO NÃO

Etiquetas: Etiquetassaudade  
 

A LUA VEIO NÃO


Hoje a lua está tão bela, singela...
Posso ver dentre as cortinas
Amarela, da janela, a lua tão bela.

Hoje a lua está tão tímida, desinibida...
Posso vê-la escondida, sem vida!
Da guarita, a lua tão tímida.

Hoje a lua está tão fria, perdeu a magia...
Posso vê-la banhada de orgia
Sentado no banco da praça, a lua tão fria.

Hoje a lua está de tarde, na metade...
Posso vê-la sem vaidade, sem claridade!
Tenho saudade, da lua, esta tarde.

Hoje a lua está tão cheia, vagueia...
Posso vê-la da fogueira, até tonteia!
Embriagada no céu, a lua que vagueia.

Hoje a lua está de luto, absoluto...
Poso vê-la em tom escuro, astuto!
Caminhando como um vulto, a lua de luto.

Hoje a lua está minguante, delirante...
Posso vê-la tão errante, num instante!
Contemplando os amantes, alua fascinante.

Hoje a lua veio não, solidão...
Não posso vê-la do sótão, sem razão!
Não me deu explicação, talvez esteja...
Escondida no Japão, a lua veio não.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
19/setembro/2001 Itaquaquecetuba (sp)



Marcelo Henrique Zacarelli escreve Poemas e Compõe Músicas desde 1986, tem como Pseudônimo a Artista Ficticia Christine Aldo.

Posso vê-la tão errante, num instante!
Contemplando os amantes, alua fascinante...

Poeta
zacarelli
Poeta zacarelli
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 15/2/2009 16:57:23
Lecturas 1207
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
A História da Bola
Amor pela Metade
Adolescente Perdida
Aço da Saudade
No Silêncio do Seol
Al azar
A História da Bola
Coração Doente
Crepúsculo
Sua Garota
A HISTÓRIA DA BOLA
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

Rotina
AJCardiais
9/1/2019 13:16:22
Mundo cor de rosa
AJCardiais
8/12/2018 16:53:03
O Meu Coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
Sem combustível
AJCardiais
26/12/2018 13:30:32
Sem registro
AJCardiais
29/12/2018 11:50:39
¿Cómo no extrañarte?
miltinho
9/12/2018 23:06:39
PROVERBIOS SUMERIOS
JoelFortunato
5/12/2012 3:35:09
Amor - Objeto Indireto
AJCardiais
26/5/2018 12:04:36
2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07