Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

42 usuario(s) en línea (19 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 42

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Poemas : 

Poema do chão

Etiquetas: Etiquetasamor   Etiquetaspoemas   Etiquetasdor   Etiquetascoração   Etiquetasmato   Etiquetasbarro   Etiquetasnuvem   Etiquetasasfalto  
 
Poema do chão
 
Não escrevo do alto...
Também não vivo pousado
em nenhuma núvem...
Escrevo daqui, do asfalto,
do barro, do mato
tudo que me toca o coração.

Pode ser uma dor
pode ser um amor
pode ser uma indignação...

Pode ser um devaneio...
Por que não?
Tudo me é permitido.

Sonho,
mas não fico iludido.
Minha realidade não deixa.

A.J. Cardiais
imagem: google


Um poeta, um sonhador, um buscador, um hippie, um Anarquista... Sei lá! Um vagabundo, tentando melhorar o mundo.Open in new window

Poeta
AJCardiais
Poeta AJCardiais
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 27/2/2012 11:21:10
Lecturas 859
Favoritos 1
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Abrigo de ideias
O encanto
Saudade danada
Título rasgado
Incomodando Deus
Al azar
Cabeças
Caminhos da vida
Cruz & espada
Aventureiros com imaginação
Sou só amor
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente