Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

33 usuario(s) en línea (20 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 33

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Poemas -> Nostalgia : 

Simples

Etiquetas: Etiquetasamor   EtiquetasSolidão   EtiquetasPaixão   Etiquetasdor   Etiquetasreflexão   Etiquetasdesejo   Etiquetassedução  
 

Você se prepara para a noite que a atormenta
E tenta em um momento de lucidez absorver a calma
Acende um cigarro em um gesto de sedução
E tenta intimidar a ansiedade no tocar das palavras
Aumenta o volume de uma música qualquer e chama a atenção para si
Você está pronta para quebrar as algemas do seu coração

É simples voar quando as asas não estão quebradas
Abrir a janela do coração e oferecer a alma
Envolver-se em um sentimento arriscado
É simples quando as asas não estão quebradas
Pousar na mansidão de tranqüilas águas

Você derrama sua alma na calmaria do vento
E se recorda lentamente de um sussurro descuidado
E você se lamenta de um minuto perdido
E você luta contra o sono que quer te fazer adormecer
Mas logo vem o sol em sua cama e te desperta no amanhecer
E virá a tona minha maneira de sentir novamente

Sinto mergulhar meus olhos nos anseios dos teus pensamentos
Sinto mergulhar o frio suor de um suspiro quente
Sinto que algo de mim se perdeu pra sempre
Algo que jamais vou esquecer com o passar do tempo

É simples desejar quando as algemas estão quebradas
Quando a batida de um coração descompassa
E jurar pra si mesma que é esta vez é a última
É simples quando as algemas estão quebradas
Repousar na mansidão dos teus pensamentos.

É simples atropelar a calma quando está exausta
Quando se toma um fôlego e retoma a calma
E jurar para si mesma que esta vez é a última
É simples atropelar quando está exausta
O certo é que esta noite vai eternizar.



Marcelo Henrique Zacarelli escreve Poemas e Compõe Músicas desde 1986, tem como Pseudônimo a Artista Ficticia Christine Aldo.

Homenagem à noite do dia 9 de Agosto de 2007.

Produzido por Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Junho de 2011, no dia 19.
Poeta
zacarelli
Poeta zacarelli
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 22/6/2011 22:50:37
Lecturas 658
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
A História da Bola
Amor pela Metade
Adolescente Perdida
Aço da Saudade
No Silêncio do Seol
Al azar
Amor pela Metade
Leite Derramado
Favela Tão Bela
Árbol en vano
A TI TENHO AMADO
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

Rotina
AJCardiais
9/1/2019 13:16:22
O Meu Coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
Mundo cor de rosa
AJCardiais
8/12/2018 16:53:03
Sem registro
AJCardiais
29/12/2018 11:50:39
Sem combustível
AJCardiais
26/12/2018 13:30:32
¿Cómo no extrañarte?
miltinho
9/12/2018 23:06:39
Amor - Objeto Indireto
AJCardiais
26/5/2018 12:04:36
PROVERBIOS SUMERIOS
JoelFortunato
5/12/2012 3:35:09
2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07