Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

27 usuario(s) en línea (17 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 27

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons
Poemas -> Naturaleza : 

TEMPORAIS DE VERÃO SEM DESTRUIÇÃO

Etiquetas: Etiquetasnatureza   Etiquetastemporal   Etiquetasdestruição   Etiquetastrovoadas   Etiquetaschuvas  
 
TEMPORAIS DE VERÃO SEM DESTRUIÇÃO

Bruma leve e rasante e nuvens paradas no céu.
Natureza vibrante e os elementos em alvoroço.
Presença intuída de força contagiante inebriante.
Na mata as árvores paradas estáticas estagnadas.

Só o rio se escuta aguardemos os momentos.
Tem algo pairando eles tomam nossa atenção.
Vêm aí acontecimentos o canto dos pássaros
já não se ouve nem pio no ar nem no quintal.

As aves estão todas recolhidas silêncio no ar.
Só algum vento de leve brâmane no comando.
São avisos que vem algum acontecimento
Que uma força maior está vindo no comando

É o silêncio das matas que nos indica nos avisa.
O respeito é imperial e este momento vai passar
Mas o tempo é lento parece que vai se arrastando.
Tem tensão na natureza.......está vindo novidades

São enteais das chuvas eles vão trabalhar
Nos temporais de verão que estão chegando.
Trarão benção alegria onde houver equilíbrio
Onde o homem respeitou o seu ambiente natural

'Conservai puro o foco dos vossos pensamentos com isto estabelecereis a paz e sereis felizes'. Abdruschin em 'Na luz da Verdade - (graal.org.br)


"A felicidade provém do íntimo, daquilo que o ser humano sente dentro de si mesmo" Roselis von Sass - www.graal.org.br

Poeta
hserpa
Poeta hserpa
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 11/3/2019 19:47:39
Lecturas 133
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
A BUSCA ETERNA DOS SONHOS
QUE A POESIA INSPIRE PAZ
O JARDIM DO AMOR
UM NOVO DESTINO
A FEIURA NO COMUNISMO E A BELEZA NA DEMOCRACIA
Al azar
O JARDIM DO AMOR
NÃO PASSOU POR AQUI
MINHA BUSCA
BIPOLARIDADE "PRETO NO BRANCO"
O CORPO: PRISÃO OU LIBERTAÇÃO
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente