Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

35 usuario(s) en línea (28 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 35

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons
Textos : 

O Novo romance

 







O Novo Romance





A cena se passa em Chicago, nos anos de 1954


Cena Única


Um escritório com três cadeiras, uma mesa com uma máquina de escrever, umas setenta folhas em cima da mesa, uma janela fechada com uma cortina roxa, uma estante cheia de livros com o título voltado para trás, uma flauta transversal em um canto, etc.


Timothy (escrevendo na máquina de escrever) - O romance vai bem até agora... Setenta páginas em dois dias, os personagens estão fluindo bem e estão vivendo suas aventuras de forma sequenciada, gostosa e intrigante. Pelo jeito este novo romance meu será bem apreciado, melhor do que os últimos três. Não que os últimos três sejam ruins, desagradáveis, pois não acredito em literatura ruim ou errada, a literatura vem das percepções expandidas de cada pessoa, mas creio que com este romance eu poderei ser melhor apreciado (Ele escreve rapidamente) - E adoro essa sensação das coisas fluindo rapidamente, é como se o romance realmente tivesse que nascer através de mim, e apenas através de mim. Ah, como é maravilhoso escrever cenas de amor, é até melhor do que escrever cenas de amor para o cinema ou teatro, atos que eu já escrevi e tive mais ou menos uma sensação etérea ao fazer isso.
Timothy se levanta e dá alguns passos pelo escritório. Ele pega uma garrafa com água e bebe três goles. Ele vai pegar alguns biscoitos em um pacote, mas desiste da ideia.


Timothy- Preciso falar com Stuart sobre este novo romance. Ele me pediu para falar com ele se eu tivesse qualquer novidade. Já comecei a escrever este belo romance em dois dias e nada de ligar para ele. Também não aguento ligar para ele e ouvir apenas sua voz. Ele simplesmente não me deixar falar um a quando ele está ao telefone. Ele fica totalmente desequilibrado em sua tagarelice ao telefone.


Timothy dá mais alguns passos pelo quarto. Ele volta para a cadeira e continua a escrever. Ele pensa por uns cinco minutos e volta a escrever. Um barulho de vozes ao lado. O pano desce rapidamente.


Fim

Poeta
lud
Poeta lud
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 12/1/2019 5:02:14
Lecturas 9
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Haikai 912
Haikai 911
Haikai 910
Haikai 909
Haikai 908
Al azar
Haikai 601
Libra na terceira casa
Relicare
Azaléias verdes
Uma mensagem ao povo japonês
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

icon1.gif Re: Amable
Ana
13/1/2019 6:43
icon1.gif Re: Sibarita Sibilino
lud
12/1/2019 19:34
icon1.gif Re: Coqueta dama
Misombra
11/1/2019 6:17
icon1.gif Re: Coqueta dama
miltinho
10/1/2019 3:22
icon1.gif Re: Casi una balada a tus efigies
miltinho
10/1/2019 2:53
icon1.gif Re: Sibarita Sibilino
JoelFortunato
6/1/2019 23:06
icon1.gif Re: Sucesiones
Ana
6/1/2019 10:55
icon1.gif Re: Sucesiones
Ana
6/1/2019 10:53
icon1.gif Re: La unión , el grupo
Ana
6/1/2019 10:47
icon1.gif Re: Sibarita Sibilino
Ana
6/1/2019 10:43

Poemas más leídos recientemente

¿Cómo no extrañarte?
miltinho
9/12/2018 23:06:39
O Meu Coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07
Amor - Objeto Indireto
AJCardiais
26/5/2018 12:04:36
Mundo cor de rosa
AJCardiais
8/12/2018 16:53:03
Sem registro
AJCardiais
29/12/2018 11:50:39
A Irregularidade do ato
AJCardiais
16/10/2018 15:45:26
Rotina
AJCardiais
9/1/2019 13:16:22
MI PUEBLO
necoperata
3/11/2012 3:34:26