Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

36 usuario(s) en línea (24 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 1
Invitados: 35

Ana, más ....

Licencia

Licencia Creative Commons
Cuentos : 

Que lugar tão agradável (Minimalista)

 





Em um planeta chamado Mitilatus, a vida era intensamente harmoniosa e pacífica, e para isso, eles criaram um conjunto de regras quando estavam perto de chegar a esse estado. Essas regras eram: A arte deveria sempre frisar sobre temas enaltecedores, sobre percepções psíquicas acuradas, sobre espiritualidade, sobre idealização benéfica, etc. As pessoas deveriam sempre ser honestas consigo mesmas e com os outros. Elas não poderiam mentir, enganar, distorcer ou ocultar qualquer coisa das pessoas. A próxima regra era que a linguagem deveria ser sempre clara, edificante, honesta, bela, elegante e uma linguagem leve. Eles não falavam de violência, guerra, sangue, sexo bruto, etc. Eles também gostavam de falar de suas percepções sensoriais e escrever sobre elas. Era para eles proibido manter casos extraconjugais, e eles quando precisavam se separar da pessoa, eles tinham uma longa conversa e geralmente a outra parte concordava gentilmente. Eles não gostavam de nenhuma ciência que destruísse o ambiente, uma ciência hermética, confusa e que só levava a malabarismos mentais. Eles eram contra o culto ao corpo, o culto aos exercícios físicos, e contra todo tipo de estética materialista. Eles também não gostavam de excesso de racionalismo, excesso de perguntas ou excesso de dúvidas. Em suma, era um povo incrível e que sempre irá crescer mais e mais, pois eles tem a luz da harmonia mental, emocional e espiritual em cada palavra, sentimento e ação.

Poeta
lud
Poeta lud
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 2/12/2018 22:10:48
Lecturas 62
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Haikai 619
Haikai 618
Haikai 617
Haikai 616
Haikai 615
Al azar
Haikai 570
Montando o lobo cinza, Ivan Tsarevich
Tragédia da alma
Haikai 259 ( 12 Haikais a Noruega)
Unheimlich
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

Erudição
AJCardiais
25/4/2019 18:46:46
A Irregularidade do ato
AJCardiais
16/10/2018 15:45:26
O meu coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
Obrigado Poeta
AJCardiais
4/11/2012 14:43:13
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
Experimentação ou possibilidades
AJCardiais
10/6/2012 18:06:56
Outono/inverno
AJCardiais
24/5/2019 20:37:29
Inspiração à deriva
AJCardiais
14/5/2019 10:22:29
Uma história de fezes (Fé, no plural)
AJCardiais
11/2/2016 19:45:20
MI PUEBLO
necoperata
3/11/2012 3:34:26