Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

38 usuario(s) en línea (22 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 38

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons
Poemas -> Introspectíon : 

À luz de archotes

 
Passa o fogo pelas mãos de
Nobre homem cujo segredo
Não se deve jamais entregar
Leva em suas mãos um archote
Para abrir o caminho difícil.

Em caminhos perdidos de peregrinos.
Diferentes, secretos e tortuosos
Uma carga de sua vida solitária
Entrega aos segredos inquietantes de
sua vida.
À sombra de um caminho que conduz
O percurso por sua decisão ou azar a
Transformação interna que pensa sobre si
mesmo e os demais.

Deves ter confiança no archote
Solitário e cheio de mistérios;
Abaixo de seus pés todos os
Segredos aprendeu a viver sobre
Suas nobres aspirações, ainda que o
Esforço fosse apenas as abstrações.


Poeta
lud
Poeta lud
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 15/8/2018 14:37:26
Lecturas 88
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Haikai 610
Haikai 609
Haikai 608
Haikai 607
Haikai 606
Al azar
Haikai 607
Haikai 605
Olhos de prata
Haikai 197
Sol- Plutão
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

A Irregularidade do ato
AJCardiais
16/10/2018 15:45:26
O meu coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
Erudição
AJCardiais
25/4/2019 18:46:46
Experimentação ou possibilidades
AJCardiais
10/6/2012 18:06:56
Outono/inverno
AJCardiais
24/5/2019 20:37:29
Obrigado Poeta
AJCardiais
4/11/2012 14:43:13
Inspiração à deriva
AJCardiais
14/5/2019 10:22:29
Uma história de fezes (Fé, no plural)
AJCardiais
11/2/2016 19:45:20
MI PUEBLO
necoperata
3/11/2012 3:34:26