Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

29 usuario(s) en línea (17 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 29

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons
Textos : 

Grande é a Diana dos efésios, Sigmund Freud

 




O interesse de Freud pela mitologia é evidente quando conhecemos algumas características do complexo edipiano. Ele estava às voltas com algumas lendas gregas remodeladas pelos aedos. Entretanto, Freud sempre legou em seus estudos, a visão de um cientista em busca da confirmação as suas próprias ideias.

Este opúsculo, que retrata a grande veneração do povo de Eféso à Diana, mostra a visão de um Freud que retorna as análises pessoais da mitologia helênica. O opúsculo tenta retratar a visão do povo de Éfeso como um retrocesso à sucção infantil do seio. Freud se baseia na imagem da Diana negra, repleta de seios, e de aspecto carinhoso e maternal.

No opúsculo, a ideia gira em torno da ligação afetiva com a mãe, mas, através do rito esta mãe se transforma na deusa distante, a deusa que habita a morada dos imortais. O pequeno estudo deve ser inserido entre as obras de Freud como um jogar de ideias psicanalíticas na mitologia. A união da mitologia e psicanálise é mais que evidente.

O tom frio e analítico estraga a efusão, própria da Antiguidade, em venerar a deusa caçadora.

A pequena obra revela uma rápida pesquisa para uma obra de entendimento rápido, e que sacie uma curiosidade de momento.

Poeta
lud
Poeta lud
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 17/5/2018 5:45:11
Lecturas 58
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Haikai 912
A morte no futuro
A loira morte
Nausicaa
Haikai 911
Al azar
Haikai 713
Haikai 643
Haikai 464
O canal Saint Martin, Alfred Sisley (1872)
Ofélia, Gabriel von Max
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

Rotina
AJCardiais
9/1/2019 13:16:22
Mundo cor de rosa
AJCardiais
8/12/2018 16:53:03
¿Cómo no extrañarte?
miltinho
9/12/2018 23:06:39
Amor - Objeto Indireto
AJCardiais
26/5/2018 12:04:36
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
Sem registro
AJCardiais
29/12/2018 11:50:39
2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07
O Meu Coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
A Irregularidade do ato
AJCardiais
16/10/2018 15:45:26
Tus lindos ojos
juank0905041
20/9/2013 17:14:33