Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

18 usuario(s) en línea (14 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 18

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons
Poemas -> Surrealistas : 

Pobre Coração

 

Pobre coração

Nada que
me dizes é de valia justa
na
minha vida só importa a paixão,
no amor
eu já paguei demasiada custa
e só
encontrei a dor e a destruição.

Sei que
tu pensas em uma vida plena,
e que
me queres para sempre, não lhe tiro a razão
esqueces, entretanto,
que sou uma joia pequena
que
não sou partida nem chegada, sou apenas emoção.

É na efemeridade
que eu te peço, me defina
move-me
a ânsia pura e cristalina
de vida
livre sem nenhuma amarra ou prisão.

Não sou
um farol, mas sim uma lamparina de cordão
ando
solitária por montanhas e colinas
só assim
levo a paz ao meu pobre coração.


SorrisodeRosas

Poeta
SorrisodeRosas
Poeta SorrisodeRosas
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 14/8/2017 19:40:40
Lecturas 71
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Pobre Coração
Perdida
Nesta noite
Depois do Jantar
Selvagem
Al azar
Pobre Coração
Perdida
Nesta noite
Depois do Jantar
Selvagem
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07
Tus lindos ojos
juank0905041
20/9/2013 17:14:33
MI PUEBLO
necoperata
3/11/2012 3:34:26
TU MIRADA...
RAMSHADY
19/7/2012 3:27:29
DESCANSA EN PAZ...
Claudia
1/8/2012 23:59:35
Ambigüedad
Vicky
3/11/2011 2:03:16
A mi sólo me han dado por el culo cinco tíos en to
AlienXenobionte
20/12/2013 16:22:23
cincuenta años
totito
23/12/2008 18:40:32
MI HOGAR
Starlight
26/9/2011 20:51:59
Tu bondad
papajumed
25/9/2017 6:40:06