Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

21 usuario(s) en línea (14 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 21

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Poemas : 

Carnaval

Etiquetas: EtiquetasCarnaval  
 
Carnaval

A alegria chegou
O trio elétrico passou
A multidão também,
Alguém ficou
Caído no chão!
Uma arma de encontrão
Furou o pulmão
Todos gritando
Indo atrás da atração.
Gente de montão
Felicidade de milhão!
Em todo lugar uma transmissão!
Em outros lugares empurrão...
Ali no cantinho um chupão
Mais à frente cervejão!
O malhado valentão
Terminou na prisão,
Levou um cachação!...
Todo mundo vira multidão
Camarotes do barão
Folia bem diferente, não?
Mas também tem o folião
Dos blocos e do arrastão...
Nas cinzas ainda não basta, não!
A tristeza do cordão
Que virou cordeiro,
Trabalhou e dançou
Mas acabou sem dinheiro na mão!
Mais triste ainda quem gastou...
E nem chegou a brilhar
Mas terminou a quarta feira
Beirando o caixão!
Esperando a reencarnação
Para voltar à folia
Com toda energia
Ver tudo recomeçar!


Marcelo de Oliveira Souza


<p>Soy amigo y compañero, conserva la buena amistad y sinceridad.<br />Me encanta hacer amigos, yo uso de Orkut para eso y para publicar mis obras literarias, se puede acceder haciendo clic en cada enlace, que abrirá una ventana y en el mundo...

Carnaval

A alegria chegou
O trio elétrico passou
A multidão também,
Alguém ficou
Caído no chão!
Uma arma de encontrão
Furou o pulmão
Todos gritando
Indo atrás da atração.
Gente de montão
Felicidade de milhão!
Em todo lugar uma transmissão!
Em outros lugares empurrão...
Ali no cantinho um chupão
Mais à frente cervejão!
O malhado valentão
Terminou na prisão,
Levou um cachação!...
Todo mundo vira multidão
Camarotes do barão
Folia bem diferente, não?
Mas também tem o folião
Dos blocos e do arrastão...
Nas cinzas ainda não basta, não!
A tristeza do cordão
Que virou cordeiro,
Trabalhou e dançou
Mas acabou sem dinheiro na mão!
Mais triste ainda quem gastou...
E nem chegou a brilhar
Mas terminou a quarta feira
Beirando o caixão!
Esperando a reencarnação
Para voltar à folia
Com toda energia
Ver tudo recomeçar!


Marcelo de Oliveira Souza
Poeta
marcelooso
Poeta marcelooso
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 5/3/2011 20:47:04
Lecturas 1249
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Carnaval
Julia
Dewey Rompehielos
Días de los Niños
Tour de la Octava
Al azar
Carnaval
Dewey Rompehielos
Barrio bajo
Revelación de los últimos
POESIAS VI Concurso Literario SIN FRONTERAS
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

Rotina
AJCardiais
9/1/2019 13:16:22
Mundo cor de rosa
AJCardiais
8/12/2018 16:53:03
O Meu Coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
Sem combustível
AJCardiais
26/12/2018 13:30:32
Sem registro
AJCardiais
29/12/2018 11:50:39
¿Cómo no extrañarte?
miltinho
9/12/2018 23:06:39
PROVERBIOS SUMERIOS
JoelFortunato
5/12/2012 3:35:09
Amor - Objeto Indireto
AJCardiais
26/5/2018 12:04:36
2 meses a tu lado
caz_master
11/5/2012 4:22:07