Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

35 usuario(s) en línea (21 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 35

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Crónicas : 

o poeta e a puta

 
Aí eu a encontrei às 3h da manhã, no bar. Já estava em flutuante pensar. Passei direto, pedi uma cachaça. Desceu gritando. Olhei para o lado e ela me disse:
- Não gosto de poetas.

Respondi que eu não gosto de putas! Fechou a cara e indagou:
- Quem disse que sou puta?

Franzi a testa e respondi:
- Quem disse que sou poeta?

- Mas é o que todos aqui dizem de você.
- Já eu nunca ouvi falar nada sobre você.
- Então como sabes que sou puta?
- Justamente por nunca ter ouvido falar nada sobre você.

Puta da vida, ela grita: "VOCÊS, POETAS, SÃO LOUCOS".
Puto da vida, murmuro: "E você só não é mais puta, pois não cobra.

- Se puta sou, Deus é meu cafetão!
- Se poeta sou, Deus é meu porta-voz! E com minhas putas palavras, gozo nas línguas portuguesas, dou cambalhotas em fins de tarde, faço orgias com versos e sílabas, alço a bandeira que bem entender e me calo. E tu, puta, o que fazes?

- Faço orgias com portugueses, gozo em línguas ásperas e dou cambalhotas nas madrugadas, parte de mim fica em cada quarto, alço a bandeira vermelha e me calo.

Poeta
fbrum
Poeta fbrum
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 15/1/2011 20:09:18
Lecturas 937
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
do que resta
um poema
Calendário
sobre escrever
Acaso
Al azar
Cara a tapa
o poeta e a puta
guria, guria
Poesia de manhã
Atenas
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

A Irregularidade do ato
AJCardiais
16/10/2018 15:45:26
Erudição
AJCardiais
25/4/2019 18:46:46
A nobreza de quem sabe sofrer
AJCardiais
29/12/2018 11:56:18
O meu coração
AJCardiais
30/9/2018 23:28:22
Experimentação ou possibilidades
AJCardiais
10/6/2012 18:06:56
Obrigado Poeta
AJCardiais
4/11/2012 14:43:13
Outono/inverno
AJCardiais
24/5/2019 20:37:29
Inspiração à deriva
AJCardiais
14/5/2019 10:22:29
Uma história de fezes (Fé, no plural)
AJCardiais
11/2/2016 19:45:20
MI PUEBLO
necoperata
3/11/2012 3:34:26