Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Consultar

Otros

Usuarios conectados

47 usuario(s) en línea (32 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 47

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Poemas : 

Anormalmente

Etiquetas: Etiquetaspoemas   EtiquetasAJ Cardiais   Etiquetasdevaneio   Etiquetasanormalmente  
 
Anormalmente
 
Não escrevo muito...
Não escrevo nada.
São apenas frases liberadas
desta prisão mental.

Eu sou um anormal,
posto que não sigo os outros.
Num mundo só de desgostos,
tenho as minhas sintonias:

Danço com a canção
do vento nas folhas
e escrevo os poemas
“que me mandam”, sem escolhas.

Vibro quando vejo
um passarinho,
chegar bem pertinho
assim...

Ele deve sentir
quando estou
fora de mim.

AJ Cardiais

imagem: aj cardiais


Um poeta, um sonhador, um buscador, um hippie, um Anarquista... Sei lá! Um vagabundo, tentando melhorar o mundo.Open in new window

Poeta
AJCardiais
Poeta AJCardiais
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 21/6/2013 0:14:03
Lecturas 542
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Em doses de vinho
Te amo assim
Sentimento belo
Tudo longe
Um quase nada
Al azar
Fumaça
Escrevendo para crianças
Momentos amargos
Por intuição
Sonho para uma morena
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente