Latino-Poemas
¡Regístrese Ahora!     Conectarse

Publicidad

Consultar

Otros

Usuarios conectados

37 usuario(s) en línea (24 usuario(s) navegando Poemas y prosas)

Registrados: 0
Invitados: 37

más ....

Licencia

Licencia Creative Commons

Protección de copia

 Proteja sus poemas con Tynt
Crónicas : 

UMA PESSOA EDUCADA

 
As pessoas abusam da palavra EDUCAÇÃO, sem terem a “educação” de reparar que ela significa muito mais do que aparenta. Aí misturam educação com grau de instrução e com cultura. Uma pessoa pode ter pós graduação em um monte de coisas, mas não ter nenhuma em educação. Uma pessoa pode ser culta, pode saber sobre tudo, mas não saber nada sobre educação. E, ao contrário, pode ser analfabeta “de pai e mãe”, mas ser super educada.

Para mim, EDUCAÇÃO não é só conhecer as regras de bom comportamento; não é só saber usar os códigos de acesso: Bom dia, boa tarde, boa noite, dá licença, por favor, obrigado e etc. Uma pessoa EDUCADA, é muito mais do que isso. Tem gente que chega em um lugar, e dá um “bom dia” tão frio, que é como se tivesse chegado um “iceberg”. Tem gente que diz um “por favor” tão autoritário, que a pessoa se sente na obrigação de atender. Tem gente que diz um “obrigado” tão obrigado, que a pessoa não sabe se ajudou ou atrapalhou...

Uma pessoa educada “por natureza” ou “de alma”, diz bom dia com um sorriso, um muito obrigado com um olhar, pede licença pondo a mão no ombro da pessoa e esta, instintivamente, cede a passagem, porque sente a mão educada que a tocou ... Às vezes, sem pronunciar uma palavra. Uma pessoa educada respeita o próximo, até quando o próximo é “mal educado”. Ela nunca procura “descer” para se igualar.

EDUCAÇÃO quer dizer: Respeitar a tudo e a todos. Respeitar os códigos de trânsito, as filas, as diversas culturas, a natureza, as pessoas, os credos religiosos, as etnias... Enfim, uma pessoa educada sabe entrar e sair de qualquer lugar, sem “fazer feio”. Sabe agradar sem ser falsa e sabe se impor sem oprimir e sem humilhar ninguém. Uma pessoa educada tem a sensibilidade de saber o que o momento exige.

A. J. Cardiais


Um poeta, um sonhador, um buscador, um hippie... Sei lá! Um vagabundo, tentando melhorar o mundo.Open in new window

Poeta
AJCardiais
Poeta AJCardiais
Poemas del mismo poetaMás poemas
Rss del poetaRss del poeta
EstadísticasEstadísticas
 
Poema
Fecha 21/6/2012 10:23:05
Lecturas 275
Favoritos 0
Licencia Licencia Creative Commons
Enviar a un amigoEnviar
Versión imprimibleImprimir
Crea un documento PDF con el poemaCrear un pdf
Recientes
Iludindo a Vida
Ibeji, Erê, Menino...
Cesariana
Alfinetando
Trato Poético
Al azar
Poeta - O Clandestino
Tudo Acontece na Noite
Perfume De Vida
ACERTEI NA POESIA
A NATUREZA CHORA
Los usuarios son responsables de sus propios comentarios.

Etiquetas

Login

Nombre:

Contraseña:

Recordar



¿Recuperar la contraseña?

Regístrese

Comentarios recientes

Poemas más leídos recientemente

El insurgente
jllfolch
18/11/2014 17:35:01
Ocre
gus_de_las_pampas
17/11/2014 14:25:09
La Vieja Durmiente
Juan_Oriental
15/11/2014 23:49:55
Primer campaña del desierto (1833-34)
gus_de_las_pampas
1/11/2014 7:59:20
Adónde han ido las mejillas rojas
ulises
16/11/2014 0:02:01
TRAICIÓN
jovime
18/11/2014 13:49:31
UM MOMENTO, UMA FUGA
secreet50
17/11/2014 15:15:47
En medio de la noche II
gus_de_las_pampas
18/11/2014 21:57:00
Fue
jllfolch
12/11/2014 17:30:48
¿Puede?
jllfolch
14/11/2014 18:56:34